Cidades Cultura Música

Os 6 melhores lugares para comprar vinil em SP

Conheça as 6 melhores lojas para se comprar vinil na capital paulista.

Por Gabriel Alvarenga, Guilherme Juliari, Matheus Perez, Rafael Vasconcellos e Vinícius Salgado 

Os vinis, também conhecidos como discos de vinil, fizeram parte da vida de inúmeras gerações. Mas a tecnologia fez com que eles fossem substituídos por formatos mais modernos, como os CDs. Os discos de policarbonato metalizado foram lançados em 1982. Dali para a música digital foi um passo só. 

Salto no tempo: em 2023, os velhos de guerra vinis se tornaram objetos de desejo, e não só para as antigas gerações. Esse retorno reflete uma busca por experiências mais autênticas e tangíveis em um mundo cada vez mais digital.

A FACTUAL900 visitou alguns templos do vinil em São Paulo, como por exemplo a loja Eric Discos. Por lá, dezenas e até centenas de pessoas passam por dia em busca de discos de Vinil (principalmente) e os “LPs” (long plays) que nunca saíram de moda, como explica o antigo funcionário Seu Cristóvão. Discos como “Clube da Esquina”, com Milton Nascimento, chegam a ser negociados por valores entre 800 a 900 reais. Mas os preços variam bastante. Os mais caros, na Eric Discos, são os de artistas tradicionais, como Beatles, Elvis e David Bowie. 

Na lista abaixo, a reportagem apresenta os 6 melhores lugares para comprar discos de vinil na cidade de São Paulo.

1- África Brasil

A ideia da loja surgiu em 2019, após o proprietário alugar um galpão para vender os discos que havia colecionado durante a vida. Foi neste ano também que o dono resolveu largar sua vida de jornalista. Em entrevista, ele contou que cansou da vida que levava; “resolvi trabalhar com o que eu gosto, que é a música”. A loja é localizada na Galeria Nova Barão, um dos principais points do ramo dos vinis, e muito conhecida pelos amantes de música retrô em São Paulo.

Foto: Gabriel Alvarenga/FACTUAL900

O nome da loja representa os sons de matrizes africanas; rock, blues, jazz, soul junto dos estilos brasileiros. Além de ser um nome bem fácil de falar, já que a ideia inicial, segundo o proprietário, “era ter um nome que qualquer pessoa no mundo falasse”. A loja trabalha com discos usados, segundo o próprio dono. “Não é uma especialidade da loja trabalhar com discos novos, lacrados” e por conta disso  faz com que seus preços sejam mais em conta do que as outras lojas deste ramo. 

A loja possui maior enfoque em discos nacionais, e os preços variam de 10 a 120 reais. “Não importa o preço do disco que a pessoa compra, eu quero que ela se sinta feliz, o que vale é o valor afetivo”. 

África Brasil Discos. Rua Nova Barão, 35 – República, São Paulo – SP, Loja 20.  

Instagram: @Africabrasildiscos

2- Eric Discos

Foto: Gabriel Alvarenga/FACTUAL900

Inaugurada em meados dos anos 1980 pelo banqueiro nritânico Eric Crauford, a casa de discos nunca perdeu a essência de seu dono, com estilo mais recente e dizeres britânicos. O ambiente remete à cultura de música retrô, com vitrolas, jukebox e milhares de discos separados por ano, gênero e valor. Os principais estilos musicais trabalhados na loja são rock, jazz, blues, psycho e MPB. 

Além dos vinis, a loja vende artigos para a trocas e relíquias, sempre envolvendo músicas, como livros, revistas, DVDs e quadrinhos. E para quem quer visitar a loja sem comprar nada, vale a visita por ser um lugar icônico com mais de 43 anos de história e por ser muito falado e conhecido dentro da cidade de São Paulo.

Para Cristóvão, nos últimos anos, a loja tem constatado aumento do público mais jovem, inclusive de pessoas que nunca tinham visto uma vitrola para tocar as bolachas. Todos vão atrás da aura da loja, que conta com 43 anos de história.

Eric Discos. Rua Artur de Azevedo, 1874 – Pinheiros, São Paulo – SP

Site: https://www.ericdiscos.com.br/

3- London Calling

Foto: Gabriel Alvarenga/FACTUAL900

A loja completa 37 anos em 2023 e se tornou uma referência para os amantes de música na cidade de São Paulo. Trabalha com lançamentos e raridades dos Estados Unidos, Europa e Japão, além dos melhores lançamentos editados no Brasil. O estoque da loja possui diversas raridades musicais e se destacam pela grande quantidade de CDs, edições limitadas e materiais únicos que estão fora de catálogo. O preço dos discos varia entre 5 e 1.000 reais.

London Calling. Rua Vinte e Quatro de Maio – lado par Galeria do Rock – 2º andar – lojas 302-304-306 Brasil – República, São Paulo – SP

site: https://www.londoncalling.com.br

4- Casarão do Vinil

Foto: Matheus Perez/FACTUAL900

Em outro espaço na tradicional Rua da Mooca, na zona leste de São Paulo, uma tradicional loja de vinis começou a partir de um feirão. Na primeira edição, foram 1.000 discos. Hoje o Casarão do Vinil, tem mais de 200.000 discos à venda. O espaço é enorme e conta com uma grande variedade de estilo em seus produtos, com preços de 30 a 3.000 reais. Nela é possível encontrar raridades, como conta Pio, um antigo funcionário da casa. “O disco mais caro que eu já vendi foi do Raul Seixas A Grande Ordem Kavernista, no começo dos anos 90″, lembra.

“Vinil é lúdico, pode colecionar, ouvir e aqui na nossa loja vira”, afirma Pio, adicionando que o Casarão é frequentado por garotos de 15 anos a “coroas de 65 anos”. E também estrangeiros, como americanos, italianos, franceses, dinamarqueses. O Casarão do Vinil remete a algo antigo por fora e atual por dentro. Ela adota um estilo rústico, ao mesmo tempo que se esmera por manter uma qualidade na diversidade de títulos.

Casarão do Vinil. Rua dos Trilhos, 1212 – Alto da Mooca, São Paulo – SP

Site: https://casaraodovinilblog.wordpress.com/

5- Medusa Records

A Medusa Records foi fundada em 2017, por Flávio Cigano, que desde criança coleciona discos de vinil e do dia para a noite decidiu largar seu negócio para investir em um sonho. “A loja trabalha com bandas obscuras dos anos 60/70, hard rock, psicodelismo, focado no prog, nas coisas obscuras, lado b da música”. Segundo Flávio, o nome da loja “Medusa” já quer dizer algo sobre o lado “B” do mundo.

Com faixa de preço bem variado, o público pode encontrar discos de 50 a  9.000 reais. O mais caro, atualmente, é o do Zé Ramalho e do Lula Cortes, Pai Biru. O lado “B” da música não é encontrado tão facilmente e ter uma loja com milhares de discos é uma preciosidade em tempos de streaming. 

Medusa Records. Galeria Nova Barão piso superior, loja 12 Rua 7 de Abril 154 loja 12 piso superior, R. Barão de Itapetininga, 37 – República, São Paulo – SP

Site: https://www.medusarecords.com.br/?gclid=Cj0KCQjw4s-kBhDqARIsAN-ipH0nTJl9gEzEjoTWcMgDT35wfI9Resnj9nGLfPiOJdHv1YM8K24WKmgaAhpDEALw_wcB

6- Baratos Afins

Para finalizar, a mais icônica loja de discos do centro de São Paulo, a ‘Baratos Afins”. Fundada em 1978, a loja fica na Galeria do Rock, e é voltada para o vinil. embora conte  com CDs em seu estoque. A loja teve de se adaptar às mudanças ocorridas ao longo do tempo, com o avanço da tecnologia e das mídias sonoras digitais, o que fez com que a mesma parasse de trabalhar com ”Blu-Ray” e ”LaserDisc”. 

A Baratos Afins segue um modelo familiar de operação, com um atendimento “intimista” com os clientes. Vitória, companheira de Luiz Calanga, o dono da loja, também trabalha no local. Ela relata que foi em um momento de dificuldade financeira, quando ela estava grávida, que Calanga resolveu vender os discos que possuía para poder comprar o enxoval do bebê. A partir daí, surgiu a ideia de abrir a própria loja. O estabelecimento se destaca no mercado de vinis pela tradição, construída ao longo do tempo. A loja física nunca mudou de endereço, tampouco se vergou a modismos musicais. 

Baratos Afins: R. 24 de Maio, 62 – República – Lado par Galeria do Rock, loja 318, São Paulo – SP

Site: https://www.baratosafins.com.br/