Cultura Livros para jornalistas

“O Gosto da Guerra” é o retrato do Vietnã por um jornalista

Repórter e escritor traz um relato dramático sobre a guerra do Vietnã, conflito no qual ele perdeu uma perna, trágico episódio que o fez se tornar mais resiliente no jornalismo 

Por João Pedro Aranda, Gabriel de Souza e Paulo Eduardo Francelin 

O Gosto da Guerra, de José Hamilton Ribeiro, é o relato de um repórter no front de combate que resulta na perda da perna após o autor pisar numa mina terrestre no Vietnã, em março de 1968. Mas o livro é muito mais do que isso. Trata-se de um mergulho no universo dos conflitos armados e suas consequências humanas, culturais e sociais.  

A guerra do Vietnã foi um conflito armado que ocorreu entre 1959 e 1975. Por meio da descrição de suas experiências naquele país, o jornalista e escritor revela os detalhes mais sombrios da guerra, enquanto mostra os momentos de luz que surgem em meio ao caos. 

O autor conta de maneira muito marcante o momento de seu acidente, destacando com detalhes o momento em que a mina terrestre explode. Era sua última missão no Vietnã. O episódio impactou não só a sua estadia no país em guerra (tendo que passar por hospitais de guerra), mas também sua vida após o seu retorno. Pode-se destacar a capacidade que José Hamilton Ribeiro tem ao dar vida aos relatos, detalhando cada acontecimento ao máximo, principalmente o seu acidente, o que traz uma grande imersão ao leitor.  

O livro explora o impacto da guerra nas sociedades e culturas afetadas e destaca como ela deixa cicatrizes na psicologia coletiva. Zé Hamilton, como é carinhosamente chamado um dos mais premiados jornalistas do Brasil, torna explícito como as feridas emocionais podem ser tão devastadoras e marcantes quanto as físicas. A forma como a obra se relaciona com as pessoas comuns, oferece uma visão abrangente e sincera sobre o impacto causado pelo conflito.  

O estilo de escrita de José Hamilton Ribeiro, visível também em seus outros livros como Realidade Revista e Repórter do Século e nas reportagens televisivas, como no Globo Rural, é marcado por frases curtas, objetivas e simples. É como se ele quisesse, por meio do seu texto, encurtar o caminho para uma boa história que certamente ele tem para contar. 

A importância de O Gosto da Guerra é por ser uma grande obra da literatura jornalística que mergulha fundo na guerra e em seus bastidores. José Hamilton Ribeiro por meio da narrativa leva o leitor a refletir sobre as terríveis sensações dos combates armados, o sentimento de perder uma perna, desafia a refletir sobre a vida humana em conflitos e inspira a todos a buscarem um mundo mais pacífico. É uma leitura essencial e recomendável para os interessados em compreender os lados da guerra e o poder da resiliência humana, além de uma aula de como transformar relatos emocionais em uma narrativa coerente e impactante. 

O Gosto da Guerra. De José Hamilton Ribeiro. Objetiva, 2005, 144 págs., 89 reais