¨Capa do Livro "Dez Dias que Abalaram o Mundo" de John Reed
Cultura Livros para jornalistas

“Dez Dias que Abalaram o Mundo”, a reportagem da Revolução Russa

O jornalista norte-americano, John Reed, aborda no livro os eventos da Revolução de Novembro, um dos períodos mais conturbados da política russa

Por Ana Lara Ventura, Camila Belo, Fábio Borges, Giovanna Rodrigues e Júlia Tortoriello

Em 1917, a Revolução emergia em meio ao caos instaurado na Rússia. A queda do czarismo, as más condições do exército russo na Primeira Guerra Mundial e a desigualdade social foram alguns dos fatores que impulsionaram mudanças profundas na vida política do país. Neste cenário, o jornalista John Reed desenvolve um relato detalhado da Revolução de Novembro, quando os bolcheviques tomaram o poder e o colocaram na mão dos sovietes.

John Reed aproxima o leitor dos acontecimentos vividos. Todos os fatos descritos no texto são baseados em episódios que o próprio jornalista observou ou que possuem testemunhos confiáveis. É como um diário do autor. O olhar descritivo, os diálogos entre personagens importantes e a reunião de inúmeros documentos e jornais da época, dão ao texto uma riqueza singular e que inaugura a grande reportagem no jornalismo moderno.

O autor criou uma narrativa a partir de diferentes elementos da Revolução Russa. A forma com que cada grupo lida com as transformações sociais é muito bem retratada. Em cada grande acontecimento, Reed explora a opinião de revolucionários, contra revolucionários e civis. Ao ouvir as diferentes vozes, produz um relato que aparenta abarcar todos os sentimentos em torno das profundas mudanças da sociedade.

John se desafia, em Dez Dias que Abalaram o Mundo, a destrinchar as mais complexas relações políticas da Rússia no século 20. Mas, por vezes, excede no número de notas explicativas, o que pode deixar a leitura pouco dinâmica. Os inúmeros grupos sociais descritos confundem o leitor, sobretudo para um público não familiarizado com a história. É necessário mergulhar de cabeça na política da época para compreender o livro.

Dez Dias que Abalaram o Mundo narra um dos momentos chaves para o sucesso da Revolução Russa. John Reed sabe da importância, como revolucionário, de entregar ao mundo um relato detalhado sobre a revolução e apresenta, com qualidade, tudo o que cerca a Revolução de Novembro.

Dez Dias que Abalaram o Mundo. De John Reed. Penguin Companhia, 2010, 504 págs., 25 reais.